INFORMAÇÕES INICIAIS

Atualmente, sildenafil o meio ambiente passou a ser objeto de preocupação da sociedade global, principalmente pelas mudanças climáticas resultantes do aumento da poluição e/ou degradação dos ecossistemas naturais. Em decorrência, novas responsabilidades estão sendo atribuídas aos governos, centros de pesquisa e ensino, empresas e à sociedade civil. Há grandes desafios a serem superados do ponto de vista científico, tecnológico, cultural e prático. É neste contexto que a 1° edição do Encontro Regional Norte dos Estudantes de Economia está inserido.

Este evento vem com uma programação rica, com diferentes mini-cursos, palestras e mesas de debates, formadas por pessoas de diferentes opiniões sobre o tema do evento.

Uma das principais idéias que se busca com este encontro é a noção de quanto é necessário o desenvolvimento de práticas mais conectadas ao ciclo de vida do meio ambiente. O Encontro é um esforço para vislumbrar modelos de produção e consumo que respeitem os recursos necessários ao bem-estar da vida das futuras gerações.

Uma das características que tornam este evento uma oportunidade interessante são:

  • Será realizado dentro da Amazônia, onde estamos cercados pela floresta mais rica em diversidade ecológica e natural e a preocupação deve ser imediata.
  • Ser um encontro de Estudantes, jovens que são considerados a grande força de possibilidade de transformação no decorrer do tempo das formas de pensar e agir nos costumes da sociedade.
  • Ser uma iniciativa do Curso de Economia, ciência que influencia totalmente nas formas de produção e consumo da sociedade.


PROPOSTA TEMÁTICA

A região norte do país enfrenta problemas com a sustentabilidade de seus recursos naturais, dificuldades na alocação de seus recursos humanos e carência de políticas públicas efetivas destinadas às futuras gerações. Os Estados da região norte demonstram muitas semelhanças em seus problemas, como também, realidades econômicas divergentes, mas de toda forma a sustentabilidade da região é um problema geral que afeta todas as realidades locais e está além das fronteiras.  As gerações atuais necessitam de respostas, práticas orgânicas e planejamentos que não interfiram no equilíbrio dinâmico do meio ambiente e promovam o uso sustentável de suas riquezas naturais.

A Região Amazônica, quando vista na perspectiva de sua magnitude, participação nacional, diversidade ecológica e cultural, ainda enfrenta grandes desafios no tocante à produção e ao uso dos seus recursos de forma inovadora e sustentável. Diante da globalização, a posição competitiva de uma economia em relação às demais é cada vez mais determinada pela qualidade de seus recursos humanos, pelo conhecimento, pela ciência e tecnologias aplicadas à produção num ambiente natural saudável.

É no encontro destes fatores, em permanente movimento, que se deve buscar uma nova estratégia de expansão e transformações produtivas para a Amazônia. Pondo ciência e tecnologia à serviço do ecodesenvolvimento, interligando os setores agrícola, industrial, comercial e de serviços a um sistema educacional adequadamente estruturado para a promoção do desenvolvimento sustentável. Assim agindo, a região amazônica, através de seus atores sociais e institucionais, transcenderá os modos passados de ocupação do espaço ao incorporar a necessidade de preservação à reprodução sustentada.

Este encontro tem o intuito de reunir estudantes representantes de todos os Estados da região norte, assim como empresários, políticos, altos funcionários estatais e cientistas de várias áreas, para o debate sobre  nossas  identidades regionais e uma melhor compreensão dos desafios, das oportunidades e dos horizontes implicados no esforço de construir o desenvolvimento socioeconômico sustentável na Amazônia.

O tema “Desafios do ecodesenvolvimento na Amazônia Brasileira” além de buscar respostas para as principais indagações sugeridas acima, pretende promover a união dos Estados, uma mais profunda compreensão do contexto regional e iniciar, a partir deste primeiro encontro, a mobilização  mais fácil de informações pertinentes ao tema, estabelecendo formas de viabilizar esse objetivo e efetivamente acompanhar a sua implementação  após o evento.

É imperioso promover a interação entre estudantes, profissionais, empresas e instituições publicas e não-governamentais para discutir o atual cenário econômico e ambiental da Amazônia, como também, incentivar as novas gerações à realização e participação produtiva em encontros deste tipo, com elevado nível de discussão e bons resultados na abertura de  novos e interativos portais para a promoção do Desenvolvimento Regional Sustentável como parte dos esforços mais legítimos para a construção de um projeto de futuro à altura da potencialidade do Brasil.


OBJETIVOS DO PROJETO

OBJETIVO GERAL

Este encontro tem o intuito de reunir estudantes de diferentes cursos, representantes de todos os estados da Região Norte e de outras regiões do Brasil, como também, profissionais e autoridades do conhecimento econômico, para debater nossas identidades regionais e sondar os desafios, as oportunidades e os horizontes do desenvolvimento socioeconômico sustentável na Amazônia.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS

  • Difundir conhecimento técnico que permita aos participantes dos mini-cursos, das mesas-temáticas e dos debates planejar e desenvolver projetos para trabalhar na dimensão do ecodesenvolvimento, levando em conta as peculiaridades regionais;
  • Identificar abordagens que explicitem a variável ambiental no processo de produção, distribuição e comercialização de bens e serviços;
  • Conhecer metodologias orientadoras e facilitadoras do processo de tomada de decisão por parte do cidadão e no âmbito das instituições, dos governos e organismos não-governamentais que estimulem mudanças culturais no atual padrão de produção, consumo e desenvolvimento econômico;
  • Promover a análise critica dos problemas regionais, considerando a capacidade ambiental de continuar provendo serviços ecossistêmicos no longo prazo.

REALIZAÇÃO

Este projeto é uma iniciativa dos estudantes de economia da Universidade Federal do Amazonas que conta com a participação de estudantes de diferentes Estados da Região Norte e também de outras regiões do Brasil.

Este evento é um projeto de extensão realizado por meio do Edital 02/2010/PROEXTI do Programa de apoio à realização de cursos e eventos na UFAM - PAREC /2010-2012, aprovado por meio do processo FL/PAREC/026/2010 – Ciências Sociais Aplicadas – DPIEC.

Conta com o apoio de diferentes organizações públicas e privadas que se identificam com o projeto, sem as quais não seria possível a realização do evento.

ONDE: MANAUS (AM)

DATA: 25 A 29 de Outubro

Maiores informações acessar http://www.erecomanaus.com.br/site/index.php